O diretor geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Grajaú, Raimundo Sousa dos Santos, participou de 6 a 10 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal em Cuiabá-MT, do 49º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae, que reuniu as principais autoridades do setor de saneamento básico, incluindo gestores públicos e técnicos de municípios de todas as regiões do Brasil.

“Participamos pela segunda vez deste congresso promovido pela Assemae, com o objetivo de nos capacitarmos cada vez mais para atuarmos melhor na gestão do saneamento básico, buscando parcerias e bons projetos que nos ajudem a levarmos água de qualidade a nossa população grajauense”, comentou Raimundo dos Santos

O congresso da Assemae, é o maior encontro municipalista da área de saneamento do país; a 49ª edição ofereceu uma ampla programação de painéis, mesas-redondas, apresentações de trabalhos técnicos, exposições de tecnologias, feira de saneamento básico, além de comemora os 35 anos de criação da Assemae e os 300 da capital Cuiabá.

Participaram do 49º Congresso, especialistas do setor de saneamento básico, gestores públicos, representantes do Governo Federal, pesquisadores, lideranças de movimentos sociais e de organizações não governamentais.

“O Brasil tem como meta universalizar o serviço, e o papel de nossa associação é defender, onde e quando for necessário, o saneamento público com gestão de qualidade. Não aceitaremos retrocessos nem barreiras rumo a nossa meta”, disse o presidente da Assemae, Aparecido Hojaij.

Ronaldo Nogueira de Oliveira, presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) destacou os números do que chama “Brasil real”: 35 milhões de brasileiros ainda sem acesso à água potável e mais de 100 milhões de pessoas sem tratamento de esgoto. Responsável por viabilizar o saneamento básico de municípios com até 50 mil habitantes, além das áreas rurais, a Funasa tem convênios assinados que somam aproximadamente R$ 8 bilhões de investimento em obras. “Estamos empenhados em dar efetividade a essas obras porque, além do serviço propriamente dito, significa geração de empregos”, pontuou.

Sobre a Assemae

A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento – Assemae é uma organização não governamental, criada em 1984, com o objetivo de reunir e representar os serviços municipais de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e drenagem urbana. A entidade possui cerca de dois mil municípios associados e atua para fortalecer o saneamento público de qualidade, considerando o protagonismo do ente municipal.